segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Agilidade para esportes

video


Buenas!

Reta final do ano, correria começando com os preparativos dos festejos, mas nem por isso descuidem-se de seus treinamentos, pois melhorar o condicionamento físico requer certo tempo e disciplina, mas para perder é bem rápido, basta parar de se exercitar por alguns dias ou semanas e perde-se facilmente todos os ganhos que obtemos com muito esforço. Portanto, preparem o movimento e realizem seus exercícios.

No vídeo acima um exercício de agilidade, onde há mudança de direção com muita velocidade, fato comum à muitos esportes, por isso essa é uma característica importante, a qual procuro desenvolver fortemente em meus alunos e atletas. Esse exercício pode simplesmente ser aplicado em uma sessão para condicionamento físico e perda de peso, pois exige  bastante do sistema cardiovascular, o que também significa que deve ser aplicada de acordo com o condicionamento físico individual.

Treinar de forma funcional significa estar atento á especificidade de cada esporte e tipo de atividades desenvolvidas diariamente. Este tipo de exercício, eleva significativamente a freqüência cardíaca, e sendo realizado em séries com repouso de até 1,30 minutos entre séries, facilita o gasto calórico, desenvolvendo principalmente o sistema anaeróbio, com contribuição do sistema aeróbio na recuperação entre as séries. Este treinamento funcional é interessante para atletas de esportes que exigem potência, agilidade, mudança de direção e a capacidade anaeróbia. Treinem sempre sob supervisão de profissional de educação física especialista no seu objetivo.

FROM THE CORE

Fabiano Piassarollo
"Core Life Performance"

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

Deslocamentos para o tênis




video
Buenas, chicos y chicas! 

Seguindo para vocês mais um vídeo de um trabalho funcional específico para o tênis. O foco nesse exemplo, é o arranque curto, com deslocamento em velocidade para trás e para os lados, uma dinâmica similar às  rápidas e sucessivas trocas de direção do tenista em quadra. O ideal é desenvolver treinos funcionais muito específicos às habilidades e qualidades físicas que pretendemos desenvolver, pois a transferência de ganhos para a atividade será sempre maior dessa forma.

No "set" de filmagens, opa, quero dizer treino, meu ator, perdão, meu atleta, se empenhou muito e cumpriu todas as cenas, quer dizer, todas as séries com muita intensidade, chegando à um saldo final, após 50 minutos de muitos arranques e deslocamentos em alta velocidade, a uma média de 825 kcal consumidas, frequência máxima de 168 bpm e média de 140 bpm. Grande atuação, e o melhor é que todo esse esforço esta lhe rendendo melhores atuações em quadra, treinando certo e com empenho os resultados aparecem.

Na trilha desse post, Mike Patton e a trupe do FNM detonam no SWU com performance sensacional e figurino e guias de umbandista, os caras estavam prontos para dar passe. Acanção é Kink for a Day (P*%#* Car$#¨¨@*o), vale a pena, até Eça de Queiroz foi recitado no final, muito bom. http://www.youtube.com/watch?v=kz5saPuiRsQ

FROM THE CORE

Fabiano Piassarollo
"Core Life Peformance"

quinta-feira, 10 de novembro de 2011

Treinamento Funcional "old school training" ao ar livre.

video
Buenas!

Nada como o bom e velho "old school training". Nada mais do que algumas barras e um magnífico cenário ao fundo para a alegria do "vivente" se tornar completa, sem dúvida essa é uma das melhores academias. Ainda mais intercalando este exercício com um chimarrão e o melhor, após o treino ir direto para uma galeteria mandar ver em um churrasco de pinhão, galeto, massa polenta e suco de uva, isso é que é tornar a vida funcional.

Pois já dizia o sábio mestre treinador e cervejeiro Robert dos Remedios, que alguns de seus melhores sets foram realizados durante viagens nos parquinhos e playgrounds das localidades que visitou. Hoje cada vez mais sinto a necessidade de levar meus alunos para treinar fora da academia, mostrando que mesmo ao ar livre é possível ter resultados tão eficazes quanto treinando com mais equipamentos. Sem dúvida essa versatilidade que proporciona exercícios "nessa paissagem", aliada a técnica e conhecimento do profissional, fazem o diferencial e qualidade do treinamento funcional.

A trilha do post é Caffeine do FNM nas Malvinas em Bs AS, very cool. http://www.youtube.com/watch?v=P6ifE2n1504&feature=related 

FROM THE CORE

Fabiano Piassarollo
"Core Life Performance"

terça-feira, 8 de novembro de 2011

Treinando a agilidade ( e gastando muita energia)

video
Buenas!

Aqui vai um trabalho de agilidade, nesse caso, o atleta é tenista, e como tem de "matar alguns ratos em quadra", aqui temos "um bom veneno", pois se os adersários nã estiverem treinando a parte física intensamente, irão "morrer" ( é esse o objetivo). E esse, além de ser um treinamento bem funcional para parte física do tenista, é também um bom exemplo do que tenho escrito por aqui ultimamente a respeito de treinar intensamente e ter mais resultados.

Esse trabalho intervalado realmente faz o corpo gastar muito mais energia, utilizando no total do treinamento os três sistemas energéticos. Isso é eficaz e traz mais resultados para a redução de gordura, além de ser específico para a agilidade, que é requisto em muitos esportes. No final da série de agilidade, só para garantir total elvação da FC, aplioc um trabalho de meio agachamento com salto, o que eleva os ganhos do atleta.

 Sempre é bom lembrar que esse trabalho é indicado somente para pessoas com um lastro de treinamento, não basta treinar apenas uma semana e sair realizando esse exercício, pois o risco de lesão é alto no caso de o praticante não estar pronto para treinos intensos. A responsabilidade deve ser sempre do profissional de educação física responsável pelo treinamento.


FROM THE CORE

"Core Life Performance"
Fabiano Piassarollo

  


terça-feira, 1 de novembro de 2011

Treinamento Funcional- Intensidade para "queimar"


Buenas!

Seguindo a linha do post anterior, o treinamento de alta intensidade é muito mais eficaz para queima calórica e também para maior utilização de gordura. É claro que não estou afirmando que deixem de realizar o tradicional treinamento aeróbio, pois este além de ser benéfico também para perda de peso, é excelente para o coração. O que se sabe atualmente é que o treinamento mais intenso traz benefícios que vão além dos neuromusculares  já conhecidos. 

São inúmeras pesquisas que tenho lido e vão sempre para a mesma linha, onde se constata a maior eficácia de treianr com altas intensidades pr um período menor de tempo. Um bom exemplo disso é o que atualmente se conhece como Protocolo Tabata, onde são realizados "tiros de força" em alta intensidade, seguidos por um curto período de intervalo. Ali se constatou que um grupo que realizou esse treino durante seis semanas, melhorou muito a potência anaeróbia e também a potência aeróbia, ambas tiveram uma elevação muito superior do que o grupo que treinou com 60 minutos de aeróbios por semana, dentor do mesmo período de 6 semanas.

Por isso justifico que se alguém necessita de resultados e tem pouco tempo para treinar, o ideal é aplicar um período preparatório de base para treinos mais intensos, então partir para treinamentos mais intensos por pouco tempo. É como digo seguidamente, às vezes 15 minutos de exercícios intesnsos trarão mais resultados do que 60 minutos de exercício leve, inclusive, até mesmo para entrar no metabolismo de gorudura. Considero esse o treinamento funcional ideal, pois assim desenvolvemos o sistema energético.  Volto a lembrar que treinos de alta intensidade só são recmendados para indivíduos com prátic no treinamento, e sem dúvida, sempre será melhor realizar o treinamento com educador físico experiente nesse tipo de trabalho.

Trilha do post é Black Label Society: http://www.youtube.com/watch?v=ntsi9xp9GRQ  

FROM THE CORE

Fabiano Piassarollo
"Core Life Performance"